fev 28, 2012
Editora Leitura

Release: E por que não?, de Maria Elisa Alves e ilustrado por Cláudio Martins

Ilustradas com delicadeza por Cláudio Martins, as histórias em versos de Maria Elisa Alves opõem e aproximam dois mundos: o feminino, doméstico; e o masculino, externo. Três meninas e suas três bonecas brincam de casinha, preparam o chá em chaleirinha acompanhado de bolachinhas. Juntas, as “faladeiras” se divertem a tarde inteira. Do outro lado do muro, no campinho da escola, os garotos, é claro, jogam bola. Competem, xingam, gritam gol, brigam pela vitória.
Em vez de uma, o livro tem duas capas, cada história começa de um lado e ao terminar elas se encontram no meio do volume. Com seu traço suave e arredondado, o premiado autor e ilustrador de livros infantis e juvenis Cláudio Martins oferece ao leitor de E por que não? cenas com ângulos inusitados. São desenhos a partir de um olhar cinematográfico. “Meninos de um lado, meninas de outro… Mas podem descobrir que compartilhar brincadeiras deixa tudo mais divertido”, diz a escritora. “Meninos e meninas. Juntos? E por que não?”

A parceria autora- ilustrador, já presente em outras histórias de Maria Elisa publicadas pela Geração Editorial, como Vitor, O gato Neno e Fuzuê, garante um livro de alta qualidade que agrada a crianças e adultos. Coordenadora pedagógica do Colégio Oswaldo Cruz, a escritora trabalha há mais de 30 anos como professora, alfabetizando crianças do 1º ao 5º ano. Nesse tempo, desenvolveu um método de ensino lúdico que sensibiliza a criança para a realidade que a cerca. Cláudio Martins já participou de Feiras Internacionais de Livros Infantis em Bolonha, na Itália e Cataluña, na Espanha.

PALAVRAS DA AUTORA

Falar de mim?

 Bem, nasci em Botucatu, interior de São Paulo e lá vivi até meus quinze anos. Tive uma infância simples, cercada da mais pura poesia: casas singelas, com grandes quintais, onde habitavam árvores frutíferas, ora “casa” do “mocinho” e “bandido” ora “casinha”. Muita flor no mato, terra vermelha, roupas alvejando na grama e dançando nos varais. Aprendi a ler ainda muito pequenina, sentada no colo do meu tio. Sempre gostei de desenhar; num caderno especial, eu e a Dorinha, companheiras inseparáveis, criávamos histórias em quadrinhos e, ah…cuidados extremos com aquele tão especial, o de poesias, com flores secas entre as páginas.

O tempo passou. Professora, já em São Paulo, dediquei-me à alfabetização, permeando meu trabalho com o poético e a alfabetização com poesia conquistou, definitivamente, seu lugar na sala de aula. Criatividade, emoções e sentimentos transbordavam, formando elos que ainda permanecem.

Na convivência com as crianças, volto a ser aquela menina do Interior, de pés descalços, livre e feliz, que imaginava e escrevia suas histórias lá do alto da laranjeira.

Neste meu coração de poeta vive a minha infância e faço um convite a você: ame ler e guarde em seu coração, para sempre, esse tempo de ser criança, esse tempo de ser feliz!

Maria Elisa


PALAVRAS DO ILUSTRADOR

Olá!

Estudei Desenho Industrial e durante muitos anos trabalhei em projetos de Tecnologia, Meio Ambiente,Cultura, além de rodar por jornais e revistas. Mas o mundo dos adultos é muito sem imaginação, sem fantasia e criatividade.
Um dia resolvi cair de sola, de cara e coração na Literatura Infantil.
Desenhei uma porção de histórias, uma montoeira de personagens, tudo o mais alegre e divertido que pude.
Ser criança é muito mais que um estado de espírito, é um estado de inteligência.

Um abraço,

Cláudio Martins

E por que não?
Autora: Maria Elisa Alves
Ilustrador: Cláudio Martins
Gênero: Infantil
Formato: 20,5 x 27,5 cm.
Páginas: 12
ISBN: 978-85-8130-014-6
Código de barras: 978-85-8130-014-6
Sinopse:
“E por que não?” aproxima universos de meninos e meninas

Em seu novo livro lançado pela Geração Editorial, E por que não?, a escritora e pedagoga Maria Elisa Alves mais uma vez ousa no conteúdo e na forma. Ao tratar dos modelos consagrados pela sociedade como masculino e feminino, a autora aproveita sua larga experiência pedagógica para sugerir com sutileza que meninos e meninas podem experimentar e se deleitar com atividades consideradas exclusivas de cada gênero.

Leave a comment

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br