ADHEMAR
A fantástica história de um político populista desbocado, amado e odiado, inspirador do infame lema “rouba, mas faz”, que participou do golpe militar de 1964, foi posto de lado pelos generais e morreu exilado em Paris, depois de marcar sua época e história do Brasil.

DEUSES DO OLIMPO
Explore o universo mágico da Grécia Antiga e conheça as histórias dos personagens mais famosos da mitologia. Um livro para gente pequena e gente grande tambécm! ( + )

OS VENCEDORES
Quem ganhou, perdeu. Quem perdeu, ganhou. Cinquenta anos após o advento da ditadura de 1964, é assim que se resume a ópera daqueles anos de chumbo, sangue e lágrimas. Por ironia, os vitoriosos de ontem habitam os subúrbios da História, enquanto os derrotados de então são os vencedores de agora. ( + )

A VILA QUE DESCOBRIU O BRASIL
Um convite a conhecer mais de quatro séculos de história de Santana de Parnaíba, um município que tem muito mais a mostrar ao país. Dos personagens folclóricos, tapetes de Corpus Christi, das igrejas e mosteiros, da encenação ao ar livre da “Paixão de Cristo”. Permita que Ricardo Viveiros te conduza ao berço da nossa brasilidade. ( + )

O BRASIL PRIVATIZADO
Aloysio Biondi, um dos mais importantes jornalistas de economia que o país já teve, procurou e descobriu as muitas caixas-pretas das privatizações. E, para nosso espanto e horror, abriu uma a uma, escancarando o tamanho do esbulho que a nação sofreu. ( + )

CENTELHA
Em “Centelha”, continuação da série “Em busca de um novo mundo”, Seth vai precisar ter muita coragem não só para escapar da prisão, mas para investigar e descobrir quem é esse novo inimigo que deixa um rastro de sangue por onde passa. A saga nas estrelas continua, com muita ação de tirar o folego! ( + )

MALUCA POR VOCÊ
Famosa na cidade pelos excessos do passado, Lily terá de resistir ao charme de um policial saradão oito anos mais jovem que acaba de chegar na cidade. Prepare-se para mais um romance apimentado e divertidíssimo escrito por Rachel Gibson.. ( + )

NOS IDOS DE MARÇO
A ditadura militar na voz de 18 autores brasileiros em antologia organizada por Luiz Ruffato. Um retrato precioso daqueles dias, que ainda lançam seus raios sombrios sobre os dias atuais. ( + )





Browsing articles tagged with "Arquivos pedofilia; abuso sexual; Xuxa; Odívia Barros; Fantástico; Xuxa conta que sofria abuso sexual; combate a pedofilia - Geração Editorial"
jun 4, 2012
Editora Leitura

Xuxa e Odívia: duas entre tantas crianças que sofreram e sofrem abuso

Em entrevista ao Fantástico no último domingo, 20/05, Xuxa declarou em rede nacional que sofreu abuso sexual em sua infância e adolescência. Contou como se sentia e porque nunca falou sobre isso abertamente.

“Eu vivi isso na infância e na minha adolescência, até meus 13 anos. Talvez pelo fato de eu ser grande. Eu fui abusada, eu sei o que é isso, a gente sente vergonha, a gente acha que é culpada. Eu sempre achei que eu estava fazendo alguma coisa, que era a minha roupa”, contou Xuxa e prosseguiu: ” Não foi uma pessoa, foram algumas pessoas em momentos diferentes da minha vida. Eu me sentia mal, suja, errada”, disse.

Essa atitude da ‘rainha dos baixinhos’ prova que a luta da autora Odívia Barros e da Geração Editorial não é em vão.

Odívia Barros, autora do livro Segredo, segredíssimo, também contou sua história e revelou que sua infância foi marcada pelo abuso. Assim como Xuxa, ela carrega as cicatrizes dessas ações, mas enxergou no passado triste uma forma de ajudar o presente de diversas crianças. Ao publicar uma obra que fala do problema na linguagem delas e usando imagens e situações cotidianas do mundo delas, retratadas pelas ilustrações belíssimas da consagrada artista carioca Thais Linhares.

O conto protagonizado pela menina Alice, que toma conhecimento do “segredo segredíssimo” de sua amiguinha Adriana, traz elementos muito próximos a uma situação real de abuso sexual, vivenciada por um grande número de crianças e adolescentes, e ensina alguns passos básicos na prevenção do problema, tais como reconhecer uma situação indesejada e contar para pessoas de confiança, ou seja: não guardar o segredo.

Além disso, a mensagem, transmitida pela história, de que a criança (no caso, a pequena Adriana) será apoiada e protegida após contar o segredo a seus familiares, e não recriminada ou punida, é de extrema importância para conscientizar os leitores mirins da necessidade de romper o “muro do silêncio” que ainda envolve o assunto. Sem falar que psicólogos e educadores concordam que histórias com final feliz, em que o bem vence o mal, são importantes para a formação da personalidade da criança, dotando-a de ânimo e capacidade para superar obstáculos e dificuldades no futuro.

Leia a entrevista com Xuxa:

Elogiada e recomendada por educadores e psicólogos, Segredo segredíssimo é uma obra que pode ser utilizada pela família e pela escola como material excelente para facilitar a discussão do assunto com as crianças e adolescentes, e, consequentemente, tornar possível a prevenção de futuros casos de abuso sexual infantil.

Mais informações: http://televisao.uol.com.br/noticias/redacao/2012/05/20/em-entrevista-ao-fantastico-xuxa-conta-que-sofreu-abuso-sexual-ate-os-13-anos.htm

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br