Sombras do passado

sombras_passado

COMPRAR

Autor: Neil Jordan
Gênero: Romance
Formato: 16X23 cm
Páginas: 312
ISBN: 978-85-61501-051
Peso: 0.5 kg
Preço: R$ 45,00

Sinopse:
“Sei exatamente quando morri, foi às 3h20 do dia 14 de janeiro de 1950. George me matou com sua tesoura grande de jardinagem.” Assim começa a história de Nina Hardy, uma atriz famosa, no dia em que foi assassinada pelo amigo de infância George. Seu corpo jamais foi encontrado, mas ela continuou a existir como uma sombra silenciosa que assiste aos eventos ao seu redor. Seus amigos fizeram seu velório simbólico, uma festa de despedida ao longo da qual relembram, desde a infância, o passado cheio de fatos delicados, envolventes e trágicos. Nina Hardy, silenciosa como uma sombra, apenas observa. Neste romance cheio de alternativas e descrições hipnotizantes, Neil Jordan encontrou uma forma suave de debater temas atuais como incesto, fama, paixão e tragédia. Sombras do passado é um retrato da infância e da perda da inocência vivenciada com dor e pesar.

———————————————————————

Fama, incesto e tragédia
Neil Jordan, diretor de “Traídos pelo desejo” e “Entrevista com o vampiro”, lança romance de mistério com história hipnotizante

O livro é de mistério, mas já começa com nenhum segredo: sabemos, desde as primeiras linhas do quarto romance de Neil Jordan, o segundo publicado pelaGeração Editorial, que sua narradora, Nina Hardy, foi morta aos 50 anos de idade, com uma tesourada de jardim, por seu amigo de infância, George Truite. O mistério, portanto,  não é “quem cometeu” este crime, mas “por quê”  Embora George tenha passado vários anos no manicômio local e só recentemente recebido permissão para experimentar de novo uma vida independente, sua loucura é apenas uma pequena parte da resposta a essa questão.

Localizada na Irlanda, perto de Drogheda, na embocadura do rio Boyne, a narrativa de Sombras do Passado lança um olhar melancólico sobre os desejos e alianças da infância. O romance trata da vida solitária de uma menina e da perda da inocência vivenciada com dor e pesar. Esta menina, Nina Hardy, morta, como já se sabe, os 50 anos, continua a existir, mesmo depois de morta, como uma sombra silenciosa que apenas observa, enquanto seus amigos lembram sua infância e sua vida, sua paixão sexual pelo próprio irmão, seu sucesso como atriz, sua convivência com a fama, sua aposentadoria e sua generosidade ao contratar o amigo de infância que se tornaria seu assassino.

 “Sei exatamente quando morri, foi às 3h20 do dia 14 de janeiro de 1950. George me matou com sua tesoura grande de jardinagem.”

A história começa assim, com narração da própria Nina. Outros narradores se juntarão a ela, até o final, quando tudo se esclarece. O corpo de Nina jamais será encontrado e é sua sombra que observará e descreverá os eventos de sua antiga vida.Seus amigos fizeram seu velório simbólico, já que não havia corpo, e a sombra de Nina assiste à “festa de despedida” durante a qual relembram sua vida.

Neste romance cheio de alternativas e descrições hipnotizantes, Neil Jordan encontrou uma forma suave de debater temas como incesto, fama, paixão e tragédia.

Como em um longa-metragem com cenários magníficos e hipnotizantes, o escritor e diretor de cinema Neil Jordan – diretor de sucessos como Entrevista com o vampiroTraídos pelo desejo,Michael Collins e Nó na garganta, entre outros – traz para as páginas deste livro uma história repleta de personagens que poderiam estar na tela de cinema de um dos seus filmes. Em Sombras do Passado, o autor dá vida não apenas a seus personagens, mas aos cenários, paisagens, as ruas e todo o contexto desta história de prender o fôlego desde o início.

Gregory, o meio-irmão de Nina, faz uma peregrinação até seu antigo lar, a fim de realizar seu funeral, depois de trinta anos afastado. Lá encontra Janie, a irmã de George e o quarto membro de sua turma de infância. Juntos, eles se esforçam para encontrar sentido na morte de Nina e nos adultos em que todos eles se transformaram.

Sempre com a sombra de Nina como testemunha, eles traçam uma história cheia de amigos imaginários e passeios em carroções de feno, brinquedos e danças escolares, uma infância irlandesa aparentemente idílica, nas cercanias das barrancas lamacentas do rio Boyne.

À medida que as crianças atingem a adolescência, todavia, vão descobrindo que o mundo exterior não pode ser mantido afastado para sempre e o frágil equilíbrio de sua amizade é interrompido.

Finalmente, eles acabam por serem separados violentamente pelo início da II Guerra Mundial e reunidos de novo, só para descobrir que cada um deles se transformou ao ponto de se tornar quase irreconhecível.  Bem no final, o crime aparentemente sem sentido pelo qual o livro se inicia é revelado em todo o seu significado completo e comovedor.

Nascido na Irlanda, Neil Jordan é escritor premiado e diretor de cinema celebrado internacionalmente. É autor de um livro de contos,Night in Tunísia, que ganhou o Guardian Fiction Prize, e três romances, The PastThe Dream of a Beast e Linhas da noite, publicado pela Geração Editorial. Ele se tornou um dos maiores cineastas da atualidade.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br