O pulo do gato 2

pulo_gato_2
Autor: Márcio Cotrim
Gênero: Português
Formato 16 x 23 cm
Páginas: 128
ISBN: 978-85-7509-160-9
Peso: 0.28 kg.
Preço: R$ 34,90

Sinopse:
O Pulo do Gato 2, do jornalista e escritor Márcio Cotrim, traz a origem e o significado de mais 280 palavras e expressões populares, com divertidos comentários do autor e ilustrações de Osvaldo Pavanelli. “O amor às palavras é a base deste livro eclético e, por isso, saboroso”, diz Roldão Simas Filho no prefácio. O livro traz curiosas palavras e expressões usadas no cotidiano. Alguns exemplos: arrastar a asa, bode expiatório, comer com os olhos, deletar, enxaqueca, falar pelos cotovelos, gatos pingados, HP, isca, jipe, kamikaze, lanterna, malabarismo, não ter onde cair morto, olha o passarinho!, pensar na morte da bezerra, queixar-se ao bispo, RSVP, Santo Graal, tirar o pai da forca, viaduto do Chá, WC, xeque-mate, Zepelim e zero. Há um índice remissivo no final do livro.

 

———————————————————————————–
Geração lança “O Pulo do Gato 2”, de Márcio Cotrim
Autor revela origem e significado de mais 280 palavras e expressões populares

Depois do sucesso de O Pulo do Gato, publicado em 2005, a Geração Editorial lança neste início de 2007 O Pulo do Gato 2, do jornalista e escritor Márcio Cotrim, que publica uma coluna semanal no Correio Braziliense, em outros onze jornais do país e na revista Língua Portuguesa. “O autor não é filólogo profissional”, afirma Roldão Simas Filho no prefácio do livro. “É um leitor atento, admirador de Eça de Queiroz e de Nelson Rodrigues. E é um escritor cuidadoso com as palavras. O amor às palavras é a base deste livro eclético e, por isso, saboroso, que mescla termos dicionarizados com nomes de marcas comerciais que encontramos no dia-a-dia de nossas vidas. E sempre com deliciosos comentários, ligando-os ao momento em que vivemos”, acrescenta. Como no primeiro volume, O Pulo do Gato 2 tem ilustrações bem-humoradas de Osvaldo Pavanelli.

Com o subtítulo “O berço da palavra”, título da coluna do autor na imprensa, o livro traz curiosas palavras e expressões usadas no cotidiano com informações sobre sua origem e seu significado. A expressão advogado do diabo, por exemplo, que vem da Igreja Católica, ganha 13 linhas de explicações de Márcio Cotrim  (em síntese: “É quem defende uma causa ou idéia contrária ao interesse geral. É o autêntico chato, o famoso ferrinho do dentista…”

O nome dos veículos Mercedes-Benz nasceu de uma linda menina e do dono da fábrica fundada na Alemanha em 1926. Rolls-Royce: “Os dois R do logotipo aludem aos nomes de Charles Rolls e Frederick Royce, os visionários fundadores da marca, ambos fascinados pela tecnologia e pela mecânica.”

Qual a origem e o significado da palavra –  tão usada ultimamente – nhenhenhém? “Conversa interminável, monótona. Vem do tupinheem, falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, os nativos, que aqui estavam já havia séculos, não entenderam patavina da estranha falação daqueles lusitanos barbudos e emplumados que desceram de barcos tão enormes, tão esquisitos. Deu-se um diálogo de verdadeiro nhenhenhém dos dois lados, ninguém se entendia, todos perplexos.”

Patati, patatá: “Vem da França a onomatopéia patatin patatá, evocadora de um tropel ou de uma corrida, derivada do radicalpatt, formador de vocábulos que lembram ruídos de pancadas, choques, quedas e falatórios. Esta última acepção é a mais corrente no Brasil. Designa a conversa fútil entre quem nada tem a declarar, os pobres de idéias.” E segredo de polichinelo? “A expressão designa aquilo que todos já sabem, o que deixou de ser segredo, que já é de conhecimento público apesar de alardeado como novidade. Polichinelo era personagem característico da commedia dell’arte, nome do bufão polichinelo, personagem ridículo, sem traquejo, ingênuo”, escreve Cotrim.

Qual a importância do zero? “A invenção do zero pelos sábios do Islã é considerada, por muitos matemáticos, a maior descoberta da ciência dos números, a solução definitiva para a evolução e a resolução de toda e qualquer operação aritmética.” O livro revela também sua origem.

O Pulo do Gato 2 traz dezenas de outras expressões e palavras, como arrastar a asa, bode expiatório, comer com os olhos, dar uma de João-sem-braço, deletar, enxaqueca, está na hora de a onça beber água, falar pelos cotovelos, gatos pingados, HP, isca, jipe, kamikaze, lanterna, malabarismo, não ter onde cair morto, olha o passarinho!, pensar na morte da bezerra, queixar-se ao bispo, RSVP, Santo Graal, tirar o pai da forca, viaduto do Chá, WC, xeque-mate e Zepelim. As palavras e expressões não estão no livro em ordem alfabética, mas há um índice remissivo no final.

Ex-secretário de Cultura do Governo do Distrito Federal, o carioca e cidadão honorário de Brasília Márcio Cotrim ganhou em 1996 o prêmio Carlos de Laet, da Academia Brasileira de Letras, pelo livroO Sapato Alto e a Paz Mundial e o conjunto da obra, que já possui 12 títulos publicados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua Gomes Freire, 225
Lapa - São Paulo – SP
05075-010
Telefone: (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br