jul 12, 2019
admin

Livros para a criançada curtir nas férias

Confira os títulos preparados pela Geração Editorial para seus filhos durante as férias de julho

Chegaram as tão esperadas férias de julho.. Muitas brincadeiras e diversão para os pequeninos. Mas que tal levar aos seus filhos a magia dos livros? Fazê-los submergir em mundos fantásticos e novas descobertas e aprendizados? Que tal ler aquela história antes de dormir ou mesmo antes de uma soneca? Esse hábito não somente estimula a criatividade e a cognição das crianças mas, também, estreitam laços familiares.

De acordo com uma pesquisa feita pela  Reading is Fundamental (RIF), em 2013, apenas 33% dos pais afirmaram ler histórias para os filhos antes de dormir. Já para 50%, as crianças gastam este tempo com TV, tablet e videogame. O levantamento feito com mil pais procurava levantar os hábitos de leitura em casa. Aproveite as férias para estimular o lado imaginário e promover a importância da leitura desde a tenra infância.

Confira abaixo os títulos que selecionamos:

1 – O Pequeno Príncipe

Começamos a lista com um dos maiores clássicos da literatura mundial, escrita pelo francês Antoine Saint-Exupéry,  O Pequeno Príncipe é um livro que atravessa gerações cuja história se passa de pai para filho.

A história gira em torno de um piloto que cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil que diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

Livro de cabeceira de muitas crianças e um tesouro de muitos adultos é o livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia.
Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. A edição especial de luxo pela Geração, tradução de Frei Betto, é enriquecida com um caderno ilustrado

2 – Amin e os livros mágicos

Escrito por Ádyla Maciel, Amin e os Livros Mágicos é um divertido e importante mergulho na importância da diversidade cultural que cerceia o mundo mágico do protagonista. Um belíssimo trabalho da literatura infantil.

Nas palavras do escritor Pedro César Batista:
“A história leva leitores e personagens do livro a deixar fluir a imaginação que toma conta dos encontros e buscas dos meninos Amin e Ati, que entram nos livros, viajam por países e aprendem a conviver e descobrir outros mundos.
Um livro cativante pela leveza com que a história é contada, mostrando a importância da convivência com a diversidade, com as diferenças e outras culturas. Ádyla Maciel mostra a riqueza dos encontros a partir da infância,
o que poderá fazer adultos mais humanizados e justos.”

Uma boa pedida para ler para a criançada antes da hora de dormir.

3 – O Ratinho Do Violão

A gente fala búlin, mas a palavra é inglesa e até um pouco difícil de escrever: bullying. A história do Chiquinho é uma história de bullying, uma judiação que gente maldosa faz com os outros, com as crianças. O Chiquinho é um menino muito bacana, do bem, que toca violão como ninguém. O que importa se ele manca um pouquinho, né? Se você ficar um pouco triste de ver o menininho encolhidinho de tanta chateação dos amigos, vai ter uma surpresa lá no final do livro. E vai querer gritar: viva o nosso Chiquinho!

A história de Chiquinho, personagem de “O Ratinho do Violão” é uma história que se repete com milhares de crianças e adolescentes pelo mundo: o bullying.

Um livro rico em aprendizados e que apresenta um texto sensível, lúdico, que envolve o leitor também com suas belíssimas ilustrações.

4 – Uma Viagem Inesquecível

A linguagem das crianças é a linguagem do sonho, da poesia. E é em versos que se conta essa história de um garoto tão de mal com a vida a ponto de seu coração virar uma bolha – uma bolha muito escura, que toma conta dele inteirinho.

A solução para esse problema passa por muitos caminhos e muitas pessoas. Mas tudo vai se resolver de uma maneira inesperada – uma maneira mágica que inclui a paixão por livros, leituras e histórias. Por trás disso está uma menina amorosa, amiga e… muito especial.

Uma história que vai cativar o coração de seu filho.

5 – Minha Família

Neste livro surpreendente, que todos os pais – separados ou não – deveriam ler, um menino de sete anos de idade conta, de forma inteligente e bem humorada, como é sua vida em duas casas, com duas famílias, irmãos adultos, uma mãe severa, um padrasto muito organizado e um pai escritor, libertário e sem rotina. Um livro delicioso e muito encantador.

“Conheci esta história ainda no original: o editor queria saber se valia a pena publicá-lo. Achei que sim. E agora vejo-o transformado num belo livro! Como em muitos livros para crianças, um menino dos seus sete anos conta uma história – a sua: a vida com os pais separados, o pai “postiço”, os “meios-irmãos”. A narrativa corre fácil, tem humor e soa verdadeira, na apresentação de tanta gente, em tantas situações e tantos lugares, que vão preenchendo a vida do pequeno narrador. Essa fidelidade à voz infantil, que alguns mestres conseguem, neste livro deve-se a um pequeno detalhe: o autor é o narrador e tem mesmo, agora, 8 anos! É com alegria que podemos dizer: este é, no mais puro sentido da expressão, um bom livro de literatura infantil! “ – Maria Antonieta Antunes da Cunha

6 – Coleção Milly e Molly

Milly e Molly são duas amiguinhas de 8 anos de idade, uma loura e outra negra, que passam por diversas situações que lhes proporcionam aprendizados e exemplos de bom comportamento. Cada volume da coleção lida com uma determinada virtude, ou valor, como honestidade, generosidade, gentileza, respeito pelos animais, paciência, aceitação das diferenças, etc. São histórias que estimulam a imaginação das crianças, facilitam a discussão de temas delicados (um dos valores, por exemplo, é “Como lidar com o luto”) e incentivam os leitores-mirins a levar uma vida equilibrada e saudável.

“Sentimentos de dor, perda de identidade e baixa autoestima são elementos que transcendem as barreiras de raça, crença e cor. Temas como amizade, generosidade, alegria e sucesso também fazem parte de Milly e Molly. As histórias mostram como tudo isso pode ser incorporado no dia a dia da vida da criança”, explica a autora Gill Pittar, que escreveu 78 livros e duas séries para a televisão.

Os livros da coleção Milly e Molly foram lançados em mais de 100 países e traduzidos para 21 línguas.

“Milly e Molly é uma maravilhosa coleção de livros. Um verdadeiro achado.” Robert Munsch – Conhecido autor de livros infantis campeões de vendas.

Desejamos a vocês e seus pequenos uma boa leitura!

Leave a comment

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br