jul 12, 2018
admin

Livros imprescindíveis que deram origem a adaptações cinematográficas

Por séculos o cinema e a literatura vem flertando um com o outro. Duas linguagens que se entendem e que, muitas vezes, se complementam, gerando incríveis adaptações das páginas impressas para as telonas. Mas se você é do tipo de pessoa que ama uma leitura, sabe que é aquela história, né… o livro é (quase) sempre melhor do que o filme.

Um não exclui o outro, é possível apreciar ambos. Mas para dar aquele gostinho de entendimento da diferença entre o livro e o filme, fizemos uma seleção de seis obras imperdíveis que deram origem a documentários, animações e longas aclamados por Hollywood e pelo circuito de cinema alternativo.
Seis obras consagradas que você precisa ler e ter na estante. Confira abaixo.

1 – A Escolha de Sofia (William Styron)

Começamos nossa lista com um clássico do escritor William Styron. Com três milhões de exemplares vendidos, 47 semanas nas listas de best-sellers do Times e vencedor do National Book Award de 1980, A Escolha de Sofia narra a história de uma sobrevivente dos campos de concentração nazista. Sofia tenta recomeçar sua vida pós horrendos acontecimentos do Holocausto, porém, atormentada por dilemas e fantasmas do passado, a protagonista não sabe ser possível encontrar a felicidade perante a corrosão que a culpa lhe impõe por conta do passado.

Uma narrativa tocante e de tirar o fôlego. O livro, com roteiro, produção e direção de Alan J. Pakula, foi adaptado para o cinema em 1982, e rendeu o Oscar de melhor atriz para a incrível e talentosa Meryl Streep, além de diversos outros prêmios no circuito cinematográfico.

A Escolha de Sofia – Trailer legendado

 

2 – A Arte da Guerra (Sun Tzu)

O maior tratado de guerra de todos os tempos.  A Arte da Guerra é sem dúvida a Bíblia da estratégia, sendo hoje utilizada amplamente no mundo dos negócios, conquistando pessoas e mercados. Um tratado militar de treze capítulos escrito no século IV a.C, por um estrategista conhecido como Sun Tzu, é ainda um dos maiores ícones da estratégia dos últimos 2500 anos.

Acredita-se que o livro tenha sido utilizado por nomes como Napoleão Bonaparte e Mao Tse Tung. Em 2015 o livro ganhou uma adaptação de documentário no History Channel.

Sun Tzu: A Arte da Guerra – Documentário History Channel Brasil


3 – Holocausto Brasileiro (Daniela Arbex)

Durante décadas, milhares de pacientes foram internados à força, sem diagnóstico de doença mental, num enorme hospício na cidade de Barbacena, em Minas Gerais. Ali foram torturados, violentados e mortos sem que ninguém se importasse com seu destino. Eram apenas epilépticos, alcoólatras, homossexuais, prostitutas, meninas grávidas pelos patrões, mulheres confinadas pelos maridos, moças que haviam perdido a virgindade antes do casamento.

Ninguém ouvia seus gritos. Jornalistas famosos, nos anos 60 e 70, fizeram reportagens denunciando os maus tratos. Nenhum deles — como faz agora Daniela Arbex — conseguiu contar a história completa. O que se praticou no Hospício de Barbacena foi um genocídio, com 60 mil mortes. Um holocausto praticado pelo Estado, com a conivência de médicos, funcionários e da população. Leitura necessária que deu origem a um documentário produzido pelo History Channel em 2017.

Hospital Colônia de Barbacena: “O Holocausto Brasileiro” – Documentário History Channel Brasil


4 – Menina de Ouro (F. X. Toole)

Com traduções dos escritores Rubem Fonseca, Carlos Heitor Cony, Moacyr Scliar, Marçal Aquino, Luiz Fernando Emediato e Sérgio Dávila, Menina de Ouro traz as seis histórias sobre o mundo do boxe nas quais o cineaste Clint Eastwood se inspirou para o filme que ganhou quase todos os Oscars de 2005. Seu autor, Jerry Boyd, que publicou o livro já aos 70 anos, com o pseudônimo de F. X. Toole, era um velho treinador de Los Angeles que deu vida, de forma dura e amarga, aos personagens que gravitam em torno do mundo e do submundo das luta: boxeadores, treinadores, apostadores, vagabundos, mafiosos.

Jerry Boyd morreu em 2004, dois anos depois da publicação do livro e um ano antes da estréia do filme, sem conhecer a glória – como treinador ou escritor. Só se transformou mesmo em sucesso depois do filme. Ele passara quarenta anos escrevendo e sendo rejeitado pelas editoras. As histórias de seus personagens densos, dramáticos, são tão tristes quanto as da própria vida do autor. Enquanto filmavam Menina de Ouro,– preocupava-se apenas com duas coisas: receber o dinheiro da venda dos direitos, porque já estava velho, e garantir que os produtores não mudassem o trágico final da história.

As histórias do mundo do boxe e seus dramáticos personagens que vivem acertando contas com a dor das pancadas, o risco de morrer, a exploração dos empresários, os duros golpes do destino, como o desemprego, a marginalidade e a fome foram, em Menina de Ouro, traduzidas por mestres da literatura brasileira. Cada um – sem ferir o seco estilo narrativo de Toole – reconstruiu suas frases, em português, para obter, numa prosa de qualidade, a obra deste imprevisto e surpreendente autor.

Menina de Ouro – Trailer legendado

 

5 – Morango e chocolate (Senel Paz)

David, jovem revolucionário, conhece Diego, homossexual assumido, patriota e nacionalista. Surge então o dilema: o dever “patriótico” da denúncia ou a aceitação de uma amizade inesperada, que vai abrindo os olhos dos dois para outras concepções de vida e outros valores humanos, como o direito de ser plural e de manifestar -se livremente.

A história, que transcorre numa Havana histórica e bela, é um canto à amizade e à tolerância, humanamente calorosa e cheia de espírito. Nesta e nas outras três histórias deste livro comovente, Senel Paz pega o leitor pelo coração, com seus personagens ora cômicos, ora líricos, daqueles que marcam para sempre as nossas vidas. Morango e chocolate ficou famoso na década de 90, quando transformou -se em filme de sucesso mundial, indicado para o Oscar.

Morango e Chocolate – Trailer

6 – O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry)

Fechamos a lista com essa pérola, escrita pelo francês Antoine Saint-Exupéry,  de leitura obrigatória para todas as idades. A história gira em torno de um piloto que cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil que diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

O Pequeno Príncipe é o livro de cabeceira de muitas crianças, daquelas histórias que passam de pais para filhos e que são lidas para as crianças antes da hora de dormir.
Indubitavelmente um dos maiores clássicos da literatura infanto-juvenil. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança. Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger.

Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia. Nesta edição especial, com a tradução de Frei Betto, é enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor. O livro ganhou diversas adaptações durante os anos, sendo a mais recente uma belíssima animação produzida em 2015 pela Paris Filmes com direção de Mark Osborne.

O Pequeno Príncipe – Trailer legendado

Boa leitura!

Leave a comment

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br