jul 22, 2013
admin

Cópia original da lista de Schindler vai a leilão

 

schindler

Fonte: Exame.com

_________________________

Leia também:

lista_schindler

A lista de Schindler, de Mietek Pemper, que resgata as memórias de um sobrevivente que passou por todas as atrocidades possíveis do Holocausto, entre os anos de 1939 a 1945, e ainda conviveu por mais de 500 dias no “Epicentro do Mal”, servindo diariamente um dos mais sanguinários nazistas, o commandeur Amon Göth, chefe do Campo de Concentração de Krakau-Plaszów, onde mais de oito mil judeus foram assassinados.
No final da guerra, o judeu polonês Mietek Kemper, este sobrevivente, testemunhou contra os comandantes nazistas no Tribunal Internacional Militar de Nuremberg. Anos depois, em 1990, já bem velhinho, ele colaborou na produção do filme A Lista de Schindler, de Steven Spielberg. Faltava escrever seu próprio livro, que ele lança só agora, prestas a completar 90 anos de idade.
É com emoção extraordinária que Pemper relembra sua vida no campo de concentração, onde serviu o tal carrasco, e sua amizade com o empresário alemão Oskar Schindler, o homem que conseguiu resgatar, numa operação sem precedentes, mais de mil judeus condenados a morrer nos campos de concentração nazistas.
Pemper foi convocado aos 23 anos para trabalhar como escriturário e estenógrafo para Amon Göth, porque falava polonês e alemão e tinha conhecimento das funções. Ele sofreu diariamente, entre 17 de março de 1943 a 13 de setembro de 1944, por viver tão perto do carrasco, que matava pessoas, a tiros, diante de seus subordinados. Pemper vivia todos os dias com a impressão de que a qualquer movimento errado ou alteração de humor do chefe poderia também levar um tiro fatal. Neste período trabalhou arduamente para manter a vida dos seus familiares, amigos e a sua própria. Mesmo nesse ambiente de extrema insegurança e tensão, concordou em levar informações secretas para Schindler.
Para quem ainda não associou o nome à pessoa, Göth é o nazista interpretado por Ralph Fiennes que no filme , logo pela manhã levantava-se, pegava seu fuzil e da varanda de sua casa no campo de concentração atirava contra os prisioneiros que estavam passando pelo local.

 

 

 

 

Leave a comment

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br