ADHEMAR
A fantástica história de um político populista desbocado, amado e odiado, inspirador do infame lema “rouba, mas faz”, que participou do golpe militar de 1964, foi posto de lado pelos generais e morreu exilado em Paris, depois de marcar sua época e história do Brasil.

DEUSES DO OLIMPO
Explore o universo mágico da Grécia Antiga e conheça as histórias dos personagens mais famosos da mitologia. Um livro para gente pequena e gente grande tambécm! ( + )

OS VENCEDORES
Quem ganhou, perdeu. Quem perdeu, ganhou. Cinquenta anos após o advento da ditadura de 1964, é assim que se resume a ópera daqueles anos de chumbo, sangue e lágrimas. Por ironia, os vitoriosos de ontem habitam os subúrbios da História, enquanto os derrotados de então são os vencedores de agora. ( + )

A VILA QUE DESCOBRIU O BRASIL
Um convite a conhecer mais de quatro séculos de história de Santana de Parnaíba, um município que tem muito mais a mostrar ao país. Dos personagens folclóricos, tapetes de Corpus Christi, das igrejas e mosteiros, da encenação ao ar livre da “Paixão de Cristo”. Permita que Ricardo Viveiros te conduza ao berço da nossa brasilidade. ( + )

O BRASIL PRIVATIZADO
Aloysio Biondi, um dos mais importantes jornalistas de economia que o país já teve, procurou e descobriu as muitas caixas-pretas das privatizações. E, para nosso espanto e horror, abriu uma a uma, escancarando o tamanho do esbulho que a nação sofreu. ( + )

CENTELHA
Em “Centelha”, continuação da série “Em busca de um novo mundo”, Seth vai precisar ter muita coragem não só para escapar da prisão, mas para investigar e descobrir quem é esse novo inimigo que deixa um rastro de sangue por onde passa. A saga nas estrelas continua, com muita ação de tirar o folego! ( + )

MALUCA POR VOCÊ
Famosa na cidade pelos excessos do passado, Lily terá de resistir ao charme de um policial saradão oito anos mais jovem que acaba de chegar na cidade. Prepare-se para mais um romance apimentado e divertidíssimo escrito por Rachel Gibson.. ( + )

NOS IDOS DE MARÇO
A ditadura militar na voz de 18 autores brasileiros em antologia organizada por Luiz Ruffato. Um retrato precioso daqueles dias, que ainda lançam seus raios sombrios sobre os dias atuais. ( + )





Browsing articles in "Mídia"
set 16, 2015
admin

10 Curiosidades sobre Mary Shelley

Nascida num dia 30 de Agosto, a escritora inglesa se tornou um dos principais nomes da literatura de todos os tempos, e para celebrar a data de seu aniversário o Listas Literárias posta 10 curiosidades sobre a autora:

mary-shelley1

1 – Nascida Mary Wollstonecraft Godwin, a autora casou-se com Percy Bysshe Shelley, um poeta filosófico radical, apenas depois do suicido da primeira esposa de Percy;

2 – Em 1845, um exilado político italiano chamado Gatteschi, a quem Mary Shelley havia conhecido em Paris, ameaçou publicar cartas que ela lhe tinha enviado, chantageando-a. Um amigo de seu filho subornou o chefe de polícia, e os documentos foram destruídos;

3 – Depois de ficar viúva, Mary Shelley chegou a passar momentos financeiros precários, chegando a morar com a família de Leigh Hunt;

4 – Com o surgimento da crítica literária feminista na década de 1970, as obras de Mary Shelley, particularmente Frankenstein , começou a atrair muito mais atenção dos estudiosos. Feministas e críticos foram os grandes responsáveis pela recuperação da negligência de Shelley como escritora;

5 – A concepção de sua mais importante obra, e uma das mais influentes da literatura, Frankenstein: ou O Moderno Prometeu ocorreu após a sugestão de Lorde Byron em uma reunião de amigos que cada um escrevesse um conto sobrenatural, depois de discutirem durante a noite as probabilidades de trazer os mortos de volta à vida;

6 – Entre 1832 e 1839, Mary Shelley escreveu muitas biografias de notáveis de ​​italianos, espanhóis, e portugueses;

7 – Mary Shelley afirmou que se inspirou para o nome de “Frankenstein” durante um sonho. Apesar de suas afirmações públicas de originalidade, o significado do nome tem sido uma fonte de especulação.

8 – Além de autora, Mary Shelley também atuou como editora publicando a obra de seu marido Percy;

9- Em 1827, Mary Shelley foi parte de um esquema que permitiu que a amiga Isabel Rodrigues e a amante de Isabel, Mary Diana Dods, que escrevia sob o nome de David Lyndsay, embarcassem para uma vida a dois na França como homem e mulher;

10 – Mary Shelley escreveu muito além do seu inseparável Frankenstein, publicando romances, literatura infantil, biografias, e até mesmos obras com relatos de viagens.

Nossa sugestão “As vidas e as mortes de Frankenstein“, de Jeanette Rozsas

Fonte: Listas Literárias

set 14, 2015
admin

Banco de Lenços ajuda mulheres que enfrentam quimioterapia

No Hospital Santa Paula, Flávia Flores e Paula Gallo coordenam projeto que já ajudou mais     de 1000 pacientes

12009809_10153668192648258_4166080717843399496_n

Em outubro de 2012, a ex-modelo Flávia Flores recebeu a notícia de que havia desenvolvido um câncer de mama. O que seria motivo de tristeza, no entanto,transformou-se em desafio para não deixar baixar a autoestima. “Após enfrentar as primeirassessões de quimioterapia, comecei abuscar formas para me manter bonita”, relembra.Sua estratégia foi criar uma páginano Facebook e oferecer dicas de beleza a outraspacientes em situação semelhante.

+ Edson e Adriano Camargo administram escola de surfe para crianças

A iniciativa chamou a atenção da economista Paula Gallo, diretora de marketing do Hospital Santa Paula, na Vila Olímpia, que a procurou para propor uma parceria. Assim, no fim doano passado, as duas fundaram o Banco deLenços, com o objetivo de arrecadar e distribuiras peças a mulheres que perdem o cabelodurante o tratamento contra a doença. “A inspiração veio de uma ação parecida, mas envolvendo perucas”, explica Flávia. Em menos de um ano, o projeto recebeu mais de 4 000 doações. Cerca de 1 000 itens, a maioriade segunda mão, foram passados adianteapós ser higienizados e esterilizados. “Enviamoslenços até para fora do Brasil, parapaíses como Portugal e Espanha”, diz Paula.

+ Empresária implanta bibliotecas comunitárias que reúnem acervo de 20 000 livros na capital

Para receber o acessório, é precisopreencher um cadastro no site da organização.Caso a interessada se sinta à vontade, tambémpode compartilhar sua história pessoal.“Escolhemos até a cor do lenço que vamosentregar, de acordo com a personalidade decada paciente”, afirma Flávia. Feito o pedido,o artigo é enviado pelo correio. O principal ponto de coleta de doações é o Instituto de Oncologia do Hospital Santa Paula, mas há parceiros que colaboram na arrecadação das peças, como a escola de inglês CNA, a lavanderia Lavebras, o instituto CIEE e a agência de viagens LeBlog.

+ Analista financeiro cria multa educativa para motoristas que estacionam em vagas para deficientes

A própria Flávia às vezes dá “expediente” no centro de saúde,como conselheira das mulheres em tratamento no local. “Costumo ficar ali ensinando-as a fazer diversos tipos de nó nos lenços”,explica. “O momento de enfrentar umcâncer é muito complicado e triste. Meu objetivo é devolver a alegria e a vontade de viver às pacientes”, completa.

Banco de Lenços. Instituto de Oncologia do Hospital Santa Paula – Avenida Santo Amaro, 2382, Vila Olímpia, 3040-8000. www.bancodelencos.com.br

Fonte: Revista Veja SP

set 11, 2015
admin

26 livros essenciais para quem busca espiritualidade sem religião

Um número cada vez maior de americanos – especialmente os mais jovens – não estão afiliados a nenhuma religião organizada. Mas isso não quer dizer que eles não sejam espirituais. Há sempre uma parte da alma que anseia por algo maior, buscando respostas para as maiores questões da vida: O que é sagrado? Porque estamos aqui? Como devemos viver?

O HuffPost Religion criou uma lista de livros para esses buscadores espirituais. Quase todos os gêneros estão representados aqui, de memórias a mistérios. Alguns livros podem apresentá-lo a crenças que você nunca teve contato antes. Outros vão desafiá-lo a pensar o que realmente significa estar vivo.

Caso você tenha abandonado sua fé na infância ou caso esteja apenas começando a se questionar ou ainda se você felizmente se decidiu permanentemente por ter uma mente aberta no assunto de Deus ou deuses, estes livros são para você.

1º)  Tudo Depende de Como Você Vê as Coisas, de Norton Juster

slide_450292_6016090_free

“A mensagem do livro é fortificante, mas benigna: ela nos convida a encarar o desafio do mundo ao dar a devida atenção às suas maravilhas e dificuldades. O tédio e a depressão estão, de alguma forma, longe de serem demônios meramente infantis, até porque um adulto tem que combatê-los durante muito mais tempo. Quando [o personagem principal] Milo pensa no início do livro que “parece uma grande maravilha que o mundo – que é tão imenso – às vezes pareça tão pequeno e vazio” ele deve tocar o coração dos leitores, os jovens e os mais velhos”. —  The Guardian

2º) The Opposite of Loneliness: Essays and Stories, de Marina Keegan

slide_450292_6016056_free

“Quando Marina Keegan não foi aceita em uma das sociedades secretas de Yale, ela se permitiu menos de duas horas de tristeza pela decepção e depois prometeu usar o tempo que ela gastaria ‘conversando no túmulo’ escrevendo um livro. Cinco dias após a sua graduação, Keegan morreu em um acidente de carro em Cape Cod. Ela tinha 22. ‘The Opposite of Loneliness’ (“O Oposto da Solidão”, em tradução livre) é um registro daquele tempo gasto da melhor forma. O livro de nove contos e nove ensaios levou o título do último ensaio de Keegan a aparecer no Yale Daily News, que viralizou na internet dias após sua morte, quando foi lido por 1,4 milhão de pessoas em 98 países. Nele Keegan escreve com uma urgência de arrepiar: ‘Nós não podemos, nós NÃO DEVEMOS perder a sensação de que tudo é possível, porque no fim, é tudo o que temos.'”– The Boston Globe

3º) O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder

slide_450292_6016086_free

“Sofia Amundsen chega em casa da escola e encontra duas mensagens enigmáticas em sua caixa de correio: ‘Quem é você?’ e ‘De onde o mundo veio?” Logo ela recebe palestras pelo correio de pensamentos antigos de um correspondente desconhecido… Uma festa filosófica no jardim torna-se a parte do romance mais cômica e memorável, intercalando neste livro norueguês de virtudes, com a sua homenagem ao cânone ocidental intelectual e seu espírito de senso comum, com um espírito de festa e anarquia sexual”. — The New York Times

4º) Thirst: Poems, de Mary Oliver

slide_450292_6016082_free

“Através dos poemas de Thirst (“Sede”, em tradução livre), Oliver explora o que ela sente sobre Deus, sua compreensão da fé… Em ‘On Thy Wondrous Works I Will Meditate’ (“Em Vossa Maravilhosa Obra Eu Meditarei”, em tradução livre), um de seus melhores poemas, ela oferece o refrão do Salmo 145 ao percorrer o emaranhado da busca pela alma, tentando localizar e acreditar na própria crença… O poema acaba em um colóquio com Deus: ‘Oh Senhor dos melões, da misericórdia, embora eu esteja/não esteja pronta, nem seja digna, estou subindo na sua direção.'”– The Guardian

5º) Pequenas Delicadezas – Conselhos sobre o Amor e a Vida, de Cheryl Strayed

slide_450292_6016052_free

“Como se faz para ser um grande colunista de conselhos? A escritora de Portland, Cheryl Strayed, provou durante o período trabalhado no site Rumpus, onde dirigia a coluna Dear Sugar (Cara Doçura) desde 2010, que o único requisito era dar um bom conselho – ser gentil, franco, inspirador e implacável. As colunas de Strayed agora podem ser encontradas no livro Pequenas Delicadezas, onde aconselha as pessoas sobre diversas lutas como o aborto espontâneo, a infidelidade, a pobreza e a dependência e é bem difícil pensar em alguém melhor do que ela para este trabalho”. — SFGate

6º) O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

Pequeno_Principe_LUXO

“Disfarçado de livro infantil, o romance de Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe, oferece mais sabedoria em suas poucas páginas do que alguns autores poderiam produzir em toda a sua vida. O fato de ter sido traduzido do original francês para mais de 230 idiomas é a prova de que a sua mensagem ressoa em todo o mundo”. — The Huffington Post 

Conheça os demais – (aqui)

Fonte: Brasil Post

Páginas:«12345678910...28»

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br