mar 23, 2016
admin

ESCRITORES E PROFISSIONAIS DO LIVRO PELA DEMOCRACIA

Confira e assine o manifesto que vem reunindo o apoio de escritores, editores, livreiros, ilustradores, professores, revisores, tradutores, preparadores e todo tipo de profissional do livro, pela democracia. Capitaneado pelos escritores e editores Alberto Schprejer (Ponteio), Daniel Louzada (Leonardo da Vinci), Haroldo Ceravolo (Alameda), Ivana Jinkings (Boitempo), Marcelo Moutinho e Rogério de Campos (Veneta), o manifesto reúne, até o momento, nomes como Antonio Candido, Chico Buarque, István Mészáros, Milton Hatoum, Bernardo Carvalho, Laerte, Slavoj Žižek, Domenico Losurdo, Leonardo Padura, Gregório Duvivier, Marcelo Rubens Paiva, Fernando Morais, Elisa Lucinda, Angelica Freitas, Lira Neto, Davi Arrigucci Jr., Emir Sader, Marilena Chaui e Raduan Nassar, entre outros. Confira o texto integral abaixo.

 
Assine o manifesto pelo site de petições eletrônicas “Avaaz” clicando aqui

 

ESCRITORES E PROFISSIONAIS DO LIVRO PELA DEMOCRACIA

Nós, abaixo assinados, que escrevemos, produzimos, publicamos e fazemos circular o livro no Brasil, vimos nos manifestar pela defesa dos valores democráticos e pelo exercício pleno da democracia em nosso país, de acordo com as normas constitucionais vigentes, no momento ameaçadas.

Não podemos imaginar a livre circulação de ideias em outra ordem que não seja a da diversidade democrática, gozada de forma crescente nas últimas décadas pela sociedade brasileira, que é cada vez mais leitora e tem cada vez mais acesso à educação.

Ainda podemos nos recordar facilmente dos tempos obscuros da censura às ideias e aos livros nos 21 anos do regime ditatorial iniciado em 1964.

A necessária investigação de toda denúncia de corrupção, envolvendo a quem quer que seja, deve obedecer às premissas da legalidade e do Estado democrático de direito.

O retrocesso e a perda dos valores democráticos não interessam à maioria do povo brasileiro, no qual nos incluímos como profissionais dedicados aos livros e à leitura.

Ao percebermos as conquistas democráticas ameaçadas pelo abuso de poder e pela violação dos direitos à privacidade, à livre manifestação e à defesa, combinadas à agressividade e intolerância de alguns, e à indesejada tomada de partido por setores do Poder Judiciário, convocamos os profissionais do livro a se manifestarem em todos os espaços públicos pela resistência ao desrespeito sistemático das regras básicas que garantem a existência de um Estado de direito.

Dizemos não a qualquer tentativa de golpe e, mais forte ainda, dizemos sim à Democracia.

mar 15, 2016
admin

Debate sobre a publicação do “Minha Luta” no programa Metrópolis

Perdeu o debate sobre a publicação do “Minha Luta” no programa Metrópolis ? Assista pelo YouTube:

Com participação do humorista e ator Gregorio Duvivier

Veja as principais frases do camarada:
“Estava na dúvida, sou contra qq proibição, ainda + de uma edição tão bonita e comentada como essa”.

“Tem um monte de livro pior sendo publicado no Br, como Olavo de Carvalho. Ninguém está falando que é crime de ódio”

“Eu acho(censura)uma bobagem. Ainda + de 1 edição tão bem comentada e tão bem feita”,

“O país (Br) tem uma tradição de censurar muito grande”,

“Se fosse uma edição apolegica aí sim deveria ser proibido, mas não é o caso”,

“´importante a publicação desse livro, pq ele é claramente anti-ódio pelo pouco que vi”,

“Assim como uma pessoa diz que ñ existe racismo no Br. Ela tb é responsável pelo genocídio da população negra”.

12806107_1023978904314342_1523404065403345329_n

 

mar 8, 2016
admin

Quem gosta de livros sempre gostará de livros

2016-01-07-1452202527-1396842-amazonkindlevoyageheroleft-thumb

Todo janeiro fico tentada a ler no papel. Não sei se é porque o ano está só começando e dá aquela vontade de fazer coisas diferentes, ou se porque passo dias e dias na praia, e na Bahia ninguém precisa carregar o livro de um lado para o outro.

Esse janeiro foi diferente: comprei um Kindle Voyage e não consegui desgrudar dele desde que chegou em casa, num prazo recorde (1 dia útil). Adepta dos e-readers da Amazon desde 2011, já usei o Kindle Keyboard, Kindle Touch e Kindle Paperwhite (as duas primeiras versões), e o Voyage é sem dúvida o melhor leitor digital no mercado hoje, superior mesmo ao Paperwhite, que achava imbatível.

Pontos Positivos:

1. O Kindle Voyage é muito leve
Tão leve que não faz qualquer diferença na bolsa do dia a dia ou da praia. Isso confere maior conforto à leitura e torna a atividade ubíqua: aí é mesmo possível ler em qualquer lugar.

2. Design funcional
Além de muito leve, o Kindle é super fino, e é possível manuseá-lo com apenas uma mão. Com a função PagePress — que permite trocar de página utilizando botões nas bordas laterais, espelhados em ambos os lados — o manuseio é mínimo, e a imersão no livro, completa.

3. A resolução é boa demais
Tenho certeza de que a próxima geração será ainda melhor, mas vi uma grande diferença entre a segunda versão do Kindle Paperwhite e o Voyage: as letras parecem impressas na tela, graças à resolução de 300ppi.

4. Luz que se adapta ao ambiente
Em teoria, o Paperwhite já trazia a característica, mas só com o Voyage começou mesmo a funcionar. Perfeita para quem, como eu, lê tanto sob a luz do sol quanto em quartos escuros.

5. PagePress
Como mencionado acima, ficou mais fácil mudar de página. Não precisa nem tocar na tela.

Pontos negativos:

São poucos: o PagePress ainda é muito sensível, e com isso você acaba mudando de página sem querer, e o detalhe em vidro da traseira é inútil, além de aquecer muito sob o sol.

Optei por não comprar a capa Origami, pois não entendi o valor agregado e acho que compromete um dos melhores aspectos do novo e-reader: seu design e sua leveza.

E quanto às vantagens de um e-reader sobre os livros comuns…

Poder ler qualquer coisa, a qualquer hora e lugar não tem preço. A leitura é, ainda, mais confortável e imersiva. Quem gosta de livros sempre gostará de livros. O Kindle é para quem gosta de ler.

Fonte: BrasilPost

Páginas:«1234567...376»

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua João Pereira, 81
Lapa - São Paulo – SP
05074-070
Telefone: +55 (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br