Cobras e Piercings

cobras_piercings

Cobras e Piercings
Autor: Hitomi Kanehara
Categoria: Romance
Formato: 14 x 21 cm
Páginas: 128
Peso: 250gr
ISBN: 9788560302123
R$ 29,90
Editora: Geração

Sinopse:

Sucesso internacional, Cobras e Piercings, da jovem escritora japonesa Hitomi Kanehara, lançado no Brasil pela Geração-Ediouro, gira em torno de um triângulo amoroso: a narradora Lui, recém-saída da adolescência, seu namorado Ama, rapaz cheio de tatuagens e piercings, e Shiba, skinhead e tatuador sádico. Lui faz uma split tongue, língua bifurcada, como a das serpentes, para imitar Ama. Ela suporta e até busca aumentar a dor física, ampliando o tamanho do piercing lingual, e no relacionamento masoquista com o Shiba, sem que Ama saiba. Enquanto sua língua se divide, Lui vive dividida entre Ama e Shiba. Uma noite, para defender Lui, Ama ataca um desconhecido na rua. Dias depois, o namorado de Lui desaparece. Magra e com carinha de anjo como sua
personagem, Hitomi morou com a família nos Estados Unidos, abandonou a escola aos 12 anos e a casa dos pais aos 15. A tradução do japonês é de Jefferson José Teixeira.

_______________________________

Body modification, sadomasoquismo e triângulo amoroso em romance de jovem autora japones

Cobras e Piercings, livro premiado da jovem escritora japonesa Hitomi Kanehara, chega ao Brasil pela Geração Editorial-Ediouro. A autora conta a história de um triângulo amoroso entre jovens que curtem body modification e práticas sadomasoquistas. O cenário é a moderna cidade de Tóquio, mas poderia ser qualquer outra metrópole onde muitas pessoas imprimem suas identidades no visual.

Lui, a personagem principal tachada como “patricinha” por sua amiga, resolve radicalizar ao conhecer o punk Ama em uma balada tecno. A garota fica fascinada pelo split tongue (língua bifurcada) do cara. Rapidamente envolve-se com ele e resolve bifurcar sua língua também para compartilhar a sensação com Ama. O terceiro elemento da relação será Shiba, um sádico com o rosto repleto de piercings e quelóides nas costas que irá trabalhar no alargamento do furo de sua língua para então cortá-la.

Em um primeiro contato, Lui acha esse universo de body modification bizarro, mas logo vê seus preconceitos serem quebrados e, quando percebe, está apaixonada por Ama e por Shiba. “Até então a imagem que eu fazia de punks como Ama era de caras que passam o dia fumando maconha e trepando, mas ele era sempre carinhoso e às vezes falava coisas sentimentalóides, que não condiziam com sua aparência”, avalia Lui, que muitas vezes reclama do sexo banal que faz ele.

Em oposição a Ama, Shiba é um sádico que no sexo combina perfeitamente com os impulsos masoquistas de Lui. O que ambos têm em comum é o desejo de matá-la e há momentos em que ela considera permitir. O livro acompanha o prazer que Lui, aos poucos, vai sentindo durante o processo de alargamento de seu piercing da língua para fazer o split tongue. Ela só consegue perceber que continua viva quando sente dor. A tatuagem de dragão de Lui preenche não só as suas costas, mas também o seu vazio existencial.

Cobras e Piercings é um retrato dos caminhos radicais que os jovens contemporâneos traçam em busca de uma identidade. A autora aborda o tema com maturidade, sem deixar os personagens caricatos, permitindo ao leitor vislumbrar a dinâmica psicológica que rege seus comportamentos. O livro de estréia da autora, escrito aos 20 anos, vendeu mais de um milhão de cópias no Japão e levou o Prêmio Akutagawa, a mais importante premiação literária do país.

NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua Gomes Freire, 225
Lapa - São Paulo – SP
05075-010
Telefone: (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br