A palavra contra o muro – Zeit der Widrigkeiten

palavra_contra_muro

A palavra contra o muro
Autora: Pedro Tierra
Tradução: Curt Meyer-Clason
Gênero: Poesia | Edição bilíngue: Português/Alemão
Acabamento: Brochura
Formato:  14 x 21 cm
Págs: 88
Peso: 137gr
ISBN: 9788581302065
Preço: R$ 29,90
Editora: Geração

Sinopse

A Palavra Contra o Muro é um registro da ferocidade da Ditadura Militar brasileira que será lembrada pelos 50 anos em abril de 2014.
E da capacidade de reconstrução humana dos que resistiram a ela. A democracia que o povo brasileiro vem construindo desde 1985 deve a si mesma o exercício de “compreender” a que se refere uma página de Hannah Arendt, no sentido de “assumir”, no sentido psicológico, definitivamente à experiência vivida, como condição para incorporar os anos de treva, com as perseguições, a brutalidade, a delação, o medo, a tortura, os assassinatos, os desaparecimentos, o exílio, o rosário de horrores perpetrados pelo estado ditatorial para reduzi-lo à exata dimensão histórica que lhe cabe: uma realidade incontestável e irrecusável que deitará sua sombra sobre a face futura do Brasil, até que seja resgatada.

Leia o primeiro capítulo

_________________________________

Palavras sobreviventes

Pedro Tierra, pseudônimo poético de Hamilton Pereira da Silva, lança A Palavra Contra o Muro, um registro em verso dos seus anos de cárcere

A Palavra Contra o Muro é um registro da ferocidade da Ditadura Militar brasileira que será lembrada pelos 50 anos em abril de 2014. E da capacidade de reconstrução humana dos que resistiram a ela. A democracia que o povo brasileiro vem construindo desde 1985 deve a si mesma o exercício de “compreender” a que se refere uma página de Hannah Arendt, no sentido de “assumir”, no sentido psicológico, definitivamente à experiência vivida, como condição para incorporar os anos de treva, com as perseguições, a brutalidade, a delação, o medo, a tortura, os assassinatos, os desaparecimentos, o exílio, o rosário de horrores perpetrados pelo estado ditatorial para reduzi-lo à exata dimensão histórica que lhe cabe: uma realidade incontestável e irrecusável que deitará sua sombra sobre a face futura do Brasil, até que seja resgatada.

Pedro Tierra sentiu na carne a violência da Ditadura Militar brasileira e registrou-a em verso durante os anos de cárcere. Alguns desses poemas estão agora reunidos nesta antologia lançada pela Geração Editorial. Ele foi um dos muitos, milhões, que sentiram os ventos do Socialismo soprar pelo mundo afora como um anjo redentor. E por este sonho jogara suas vidas, mudaram os seus destinos para transformar o país. Os poemas de Tierra ainda ecoam os gritos, a coragem, o compromisso revolucionário dos militantes que se bateram contra o regime dos generais em tempos tão recentes. Para manter acesa a vida e a morte desses brasileiros. Para não esquecer. Não importam os regimes, seguimos lutando por dias melhores. Por um país para todos.

Sobre o autor
Pedro Tierra, pseudônimo poético de Hamilton Pereira da Silva, cumpriu cinco anos de prisão (1972/77) por sua militância política, tendo sido torturado com amigos, alguns dos quais viu morrer. Uma vez livre, passou a militar nos campos do sindicalismo e da cultura, sendo o atual secretário da Cultura do Distrito Federal.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER


NOSSOS CONTATOS

Geração Editorial
Rua Gomes Freire, 225
Lapa - São Paulo – SP
05075-010
Telefone: (11) 3256-4444
geracaoeditorial@geracaoeditorial.com.br